sábado , 16 de dezembro de 2017
Últimos Posts
Capa / Principal / Dicas / A CIA estaria tentando hackear o iOS há anos
A CIA estaria tentando hackear o iOS há anos
CIA tenta hackear o iOS há anos

A CIA estaria tentando hackear o iOS há anos

A CIA estaria tentando hackear o iOS há anos

A Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA), há anos vem trabalhando para hackear o iOS, de acordo com um relatório publicado pelo site The Intercept. As acusações são baseadas em documentos fornecidos por Edward Snowden.

Pesquisadores que trabalham com a CIA apresentaram suas táticas e realizações no Trusted Computing Base Jamborees, encontros anuais secretos que vêm acontecendo há quase uma década.

Eles utilizam técnicas físicas e não-invasivas para penetrar o firmware criptografado da Apple – possivelmente para implantar códigos maliciosos em aparelhos da Apple, bem como para procurar potenciais vulnerabilidades neles.

“Se você hackear o iOS da Apple, então você tem a capacidade de obter os telefones dentro de uma grande parte do mercado”, disse Eric Cowperthwaite, vice-presidente de segurança avançada e estratégia da Core Security.

O iOS é “considerado por muitos como o sistema operacional de smartphones mais seguro do mundo”, e o iOS é um “alvo muito grande e atraente”, disse ele à TechNewsWorld.

“No longo prazo, essas coisas que vemos acontecer com a CIA, NSA, agências de segurança chinesas e muitos outros atacam a segurança desses vários sistemas e isso é muito ruim para a confiança e para a segurança”, acrescentou Cowperthwaite.

O fator Xcode

Os investigadores da CIA aparentemente criaram uma versão modificada do ambiente de desenvolvimento Xcode integrada da Apple, que permite que os usuários se infiltrem através de brechas de vigilância em aplicativos ou programas desenvolvidos para iOS e OS X.

No entanto, não está claro como usuários serão atraídos para utilizar a versão contaminada do Xcode.

Os pesquisadores também modificaram o atualizador do OS X para instalar um keylogger, de acordo com o relatório.

O BitLocker, sistema de criptografia completa de disco da Microsoft, tem sido alvo também.

Cooperação do setor público-privado

Os pesquisadores da Sandia National Laboratories estão entre aqueles que apresentaram trabalhos sobre quebras de segurança da Apple nos jamborees, que são patrocinados pelo Centro de Operações de Informações da CIA. O centro realiza ciberataques supostamente secretos contra alvos.

O pessoal da NSA participou da Jamboree em 2012, onde foi realizada em uma instalação no norte da Virgínia pertencente a empresa de defesa Lockheed Martin, de acordo com a informação vazou. Sandia é uma subsidiária integral da Lockheed.

O que a Apple pretende fazer?

“A bola está com a Apple agora”, disse Jon Rudolph, principal engenheiro de software do Núcleo de Segurança.

“Eles têm que decidir se eles vão vender um produto que é à prova de CIA – Eu compraria dois – ou torná-lo ainda mais fácil para a remoção da última gota de meus dados pessoais, como foi indicado no ano passado,” complementou Jon.

A Apple tem de considerar o equilíbrio entre privacidade e defesa nacional, comentou Lieberman. “Não há um caminho claro ou direto – apenas uma necessidade diária para manter todas as partes interessadas igualmente satisfeitas com privacidade e necessidades de segurança nacional.”

Fonte: TechNewsWorld

A CIA estaria tentando hackear o iOS há anos A Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA), há anos vem trabalhando para hackear o iOS, de acordo com um relatório publicado pelo site The Intercept. As acusações são baseadas em documentos fornecidos por Edward Snowden. Pesquisadores que trabalham com a CIA apresentaram suas táticas e realizações no Trusted Computing Base Jamborees, encontros anuais secretos que vêm acontecendo há quase uma década. Eles utilizam técnicas físicas e não-invasivas para penetrar o firmware criptografado da Apple - possivelmente para implantar códigos maliciosos em aparelhos da Apple, bem como para procurar potenciais vulnerabilidades neles.…

Review Overview

Score

Avalie

User Rating: Be the first one !
87

Sobre Lino Neto

Lino Neto
Bacharel em Sistemas de Informação pela Maurício de Nassau e com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. Trabalhou por 11 anos na Oi e na Embratel atuando como analista de qualidade, coordenador de qualidade, gerente de Assistência Técnica e, por fim, como gerente de operações de dados na Oi. Atualmente trabalha no grupo João Santos como analista sênior de TI.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>