segunda-feira , 20 de novembro de 2017
Últimos Posts
Capa / Principal / Dicas / Básico de Redes Wireless IEEE 802.11
Básico de Redes Wireless IEEE 802.11
Básico de Redes Wireless IEEE 802.11

Básico de Redes Wireless IEEE 802.11

Básico de Redes Wireless IEEE 802.11

Atualmente, as pessoas desejam ter acesso à informação onde elas estão, quando querem e do modo que lhes for mais conveniente. Redes wireless são redes que permitem a comunicação e acesso de pessoas a aplicações e a informações, sem a necessidade de conexão através de cabos e conectores. A tecnologia wireless (sem fio) é uma alternativa às redes locais cabeadas ou podem ser usadas como extensão da rede cabeada utilizando a radiofrequência (RF). As redes sem fio funcionam com o uso de radiofrequência, uma frequência dentro do espectro eletromagnético associado à propagação de ondas de rádio, quando uma corrente de RF chega a uma antena, um campo electromagnético é criado e esta é capaz de se propagar através do espaço.

As redes Wireless utilizam a tecnologia de acesso conhecida por spread spectrum, uma técnica de “espalhamento espectral”. Há três tipos de tecnologias spread spectrum: FHSS, DSSS e OFDM.
FHSS (Frequency Hoppinp Spread Spectrum): utiliza 75 canais em sequência em que a frequência de transmissão dentro da faixa é alterada em saltos.
DSSS (Direct Sequence Spread Spectrum): gera um bit redundante para cada transmitido, possui pouco overhead e garante maior velocidade se comparada ao FSSS.
OFDM (Orthogonal Frequency Division Multiplexing): utiliza a multiplexação de frequência, permitindo o envio de múltiplas portadoras de sinal digital.

Vantagens das redes wireless:

– Mobilidade
– Flexibilidade
– Escalabilidade
– Custo de manutenção
– Instalação rápida e simples

Desvantagens das redes wireless:

– Velocidade
– Interferência
– Custo de implantação
– Soluções proprietárias
– Segurança e privacidade
A uma série de padrões para as redes wireless cada um com diferentes características e lançadas em diferentes momentos.

As variações do 802.11 são:

– IEEE 802.11: versão padrão lançada em 1997 operando nas faixas de frequência 2,4 GHz e 2,4835 GHz com taxas de transmissão de 1 Mb/s ou 2 Mb/s. Usa as técnicas DSSS e FHSS.
– IEEE 802.11b: lançada em 1999 operando a taxas de 1 Mb/s, 2 Mb/s, 5,5 Mb/s e 11 Mb/s utilizando a mesma faixa de frequência, porém, só utiliza a técnica DSSS.
– IEEE 802.11a: Lançada no mesmo ano da versão “b” com a diferença de ter maior capacidade de transmissão com valores de 6 Mb/s, 9 Mb/s, 12 Mb/s, 18 Mb/s, 24 Mb/s, 36 Mb/s, 48 Mb/s e 54 Mb/s, trabalhar com outra faixa de frequência 5GHz e utilizar a técnica OFDM.
– IEEE 802.11g: Colocado em operação em 2003 é dita como o sucessor natural da versão “b” visto que é compatível com o mesmo. Ou seja, um equipamento que trabalha na versão “g” pode conversar com outro que trabalha na versão “b”. A diferença é que pode operar a taxas de até 54Mbps. Utiliza faixa de frequência de 2,4 GHz e a técnica utilizada é a OFDM. Salvo quando conversa com um dispositivo da versão “b”, tendo assim que operar na técnica DSSS.
– IEEE 802.11n: Iniciada em 2006 é o sucessor do 802.11g. Têm taxa de transmissão de 300Mbps, teoricamente pode atingir taxas de até 600Mbpse sua faixa de frequência é 2,4GHz e 5GHz. A técnica utilizada é a OFDM. A principal característica desta versão é o uso de um esquema chamado MIMO (Multiple-Input Multiple-Output). E o que é o MIMO, é a capacidade de aumentar consideravelmente as taxas de transferência de dados por meio da combinação de varias vias de transmissão (antenas). Pode-se ter neste caso a configuração de APs que utilizam três antenas (três vias de transmissão).
– IEEE 802.ac: o possível sucessor do 802.11n ainda não foi completamente aprovado, o que pode acontecer no ano de 2015. Sua principal vantagem é a taxa de estimada em até 433Mbps, onde na teoria pode chegar a 6Gbps. É chamada de 5G WiFi, pois trabalha a frequência 5GHz. Utiliza técnicas avançadas de modulação UM-MIMO (Multi-User MIMO) que permite transmissão e recepção de sinal de vários terminais.

Outros padrões não tão populares de redes wireless:

– IEEE 802.11d: aplicada em apenas alguns países.
– IEEE 802.11e: onde o foco principal é o QoS.
– IEEE 802.11f: conhecido como handoff, pois, faz com que um dispositivo se desconecte de um AP de sinal fraco e conecte a outro.
– IEEE 802.11h: é uma versão do 802.11a com recursos de alteração de frequência e controle do sinal.

Precisa de ajuda para configurar redes wireless na sua empresa? Entre em contato conosco e solicite uma consultoria.

Sobre Luiz Henrique

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>