sábado , 16 de dezembro de 2017
Últimos Posts
Capa / Principal / Dicas / HTTP/2 – Novo Protocolo Promete Acelerar a Internet
HTTP/2 –  Novo Protocolo Promete Acelerar a Internet

HTTP/2 – Novo Protocolo Promete Acelerar a Internet

HTTP/2 –  Novo Protocolo Promete Acelerar a Internet

Recentemente foi aprovado o protocolo HTTP/2, anunciado pela Internet Engineering Steering Group (IESG), órgão responsável por revisões técnicas nos padrões da internet.

A título de curiosidade, desde 1999 você está utilizando o mesmo protocolo que usa atualmente, o protocolo HTTP/1.1. A IESG finalizou a lista de especificações básicas e também uma outra lista chamada HPACK, que comprime e otimiza os cabeçalhos das páginas.

  • HPACK – Cada arquivo que o navegador baixa, possui um cabeçalho, que contém informações do arquivo, tamanho, informações do servidor. O cabeçalho, não passa de 1Kb. Imagine milhares de arquivos que você baixa dos sites diariamente sem perceber. O HPACK, vai justamente otimizar a comprimir estes cabeçalhos, tornando assim ainda mais rápida a conexão.

O HTTP/2 é um variante de um protocolo apresentado pelo Google em 2009, chamado SPDY.

  • SPDY (pronunciado speedy), é um protocolo de rede desenvolvido principalmente pela Google para transporte de dados pela internet. Apesar de não ser atualmente um protocolo padrão, o grupo que está desenvolvendo o SPDY está trabalhando em direção a uma padronização cuja última versão é o spdy/4.3 O SPDY é similar ao HTTP, cujos objetivos são a redução da latência na carga de páginas web e o aumento da segurança ao navegar na internet. O SPDY alcança a redução da latência através da compressão, multiplexação e priorização. O nome não é um sigla, mas um versão reduzida da palavra “speedy” do inglês. SPDY é uma trademark do Google.

Segundo o Google, a internet poderá ficar até 60% mais rápida depois que os navegadores passarem a suportar este novo protocolo e também os servidores e sites aderirem.

Segundo o MundoBit, o protocolo HTTP/1.1 realiza diversas conexões para poder exibir uma única página. Por exemplo, além das conexões para ler e exibir o que está no servidor original da página, o navegador ainda precisa acessar outros servidores como páginas de redes sociais, links do YouTube, etc.  Isso causa um excesso de tráfego que aos poucos está prejudicando a internet, que fica sobrecarregada. No novo protocolo HTTP/2, o navegador vai acessar todas essas informações em uma única solicitação. É a chamada “multiplexação”, aliado à compressão dos cabeçalhos, o novo protocolo tornará o acesso às páginas bem mais rápido que o normal.

O Google já havia anunciado que iria adotar o HTTP/2 em seu navegador Chrome “gradualmente nas próximas semanas”. O Internet Explorer do Windows 10 Technical Preview também está pronto para o novo padrão. A Mozilla Foundation testa o HTTP/2 desde a sua versão 34.

HTTP/2 -  Novo Protocolo Promete Acelerar a Internet Recentemente foi aprovado o protocolo HTTP/2, anunciado pela Internet Engineering Steering Group (IESG), órgão responsável por revisões técnicas nos padrões da internet. A título de curiosidade, desde 1999 você está utilizando o mesmo protocolo que usa atualmente, o protocolo HTTP/1.1. A IESG finalizou a lista de especificações básicas e também uma outra lista chamada HPACK, que comprime e otimiza os cabeçalhos das páginas. HPACK - Cada arquivo que o navegador baixa, possui um cabeçalho, que contém informações do arquivo, tamanho, informações do servidor. O cabeçalho, não passa de 1Kb. Imagine milhares…

Review Overview

Score

Avalie

User Rating: Be the first one !
97

Sobre Alan Oliveira

Alan Oliveira
Bacharel em Sistemas de Informação, com Pós Graduação em Segurança de Redes e Sistemas. Trabalho como Analista de Suporte há 8 anos. Certificação Itil, LPIC-3, ISO/IEC 27002, ISO/IEC 20000, CompTIA Security+ e RHCE (Red Hat Certified Engineer).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>