sábado , 16 de dezembro de 2017
Últimos Posts
Capa / Principal / Dicas / Li-Fi – Promete ser o Sucessor da Wi-Fi
Li-Fi – Promete ser o Sucessor da Wi-Fi

Li-Fi – Promete ser o Sucessor da Wi-Fi

Li-Fi – Promete ser o Sucessor da Wi-Fi

Li-Fi significa “Light Fidelity” (Luz, Fidelidade – Traduzindo individualmente cada palavra). Um grupo de pesquisadores da Universidade Fundan de Xangai tiveram a brilhante ideia de transformar lâmpadas comuns em emissoras de sinais de wi-fi.

A tecnologia Li-Fi, por enquanto, é alvo apenas de testes de pesquisadores e permite altas velocidades bidirecionais — um usuário poderia tanto enviar como receber informações com a velocidade de 224 Gbps.

Segundo TechTudo, o Li-Fi funciona de formar similar ao conhecido Wi-Fi. Porém, o sistema recebe sinais de comunicação ao ligar e desligar as lâmpadas de LED em um período de nanossegundos. Apesar de as luzes precisarem ficar ligadas para transmitir os dados, elas podem ser reguladas a um ponto invisível para os olhos, mas isso diminui o seu alcance. Porém, a torna mais segura contra hackers. Além disso, cada lâmpada é capaz de oferecer conectividade para até quatro computadores.

Enquanto o Wi-Fi requer circuitos de rádio, antenas e receptores mais complexos, a Li-Fi utiliza métodos de modulação semelhantes aos raios infravermelhos, tais como os controles remotos. As lâmpadas de LED são semicondutores e a saída óptica pode ser modulada em velocidades altas capazes de serem detectadas em dispositivos fotodetectores e convertidas de volta para a corrente elétrica.

Um teste feito por Chi Nan, professor de Tecnologia da Informação da Fudan University, conseguiu manter quatro computadores conectados à Internet por meio de apenas uma lâmpada de LED com um alcance de 150 Mbps.

Já os pesquisadores alemães atingiram a marca de 500 Mbps com aparelhos colocados a 2 metros um dos outros. Com a distância de 20 metros, a velocidade caiu para 100 Mbps. Até então, a velocidade mais rápida relatada era de 3 Gb/s, pelo Instituto Heinrich Hertz Fraunhofer, na Alemanha.

O Li-Fi tem sido apontado como sucessora do Wi-Fi por oferecer mais velocidade, o esperado pelos pesquisadores é que tecnologia custe menos. O futuro dos aparelhos de celulares, tablets e computadores deverão vir com detectores de fotossensíveis e devem conseguir conexão de um poste de luz em vias públicas, por exemplo.

É preciso fazer mais testes, pois a conexão não pode ser interrompida. Acredita-se que a Li-Fi estará disponível até 2018 para todos, residências e empresas.

Sobre Alan Oliveira

Alan Oliveira
Bacharel em Sistemas de Informação, com Pós Graduação em Segurança de Redes e Sistemas. Trabalho como Analista de Suporte há 8 anos. Certificação Itil, LPIC-3, ISO/IEC 27002, ISO/IEC 20000, CompTIA Security+ e RHCE (Red Hat Certified Engineer).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>