quinta-feira , 24 de agosto de 2017
Últimos Posts
Capa / Principal / Dicas / Utilizando Raspberry Pi para envolver jovens com Código Aberto
Utilizando Raspberry Pi para envolver jovens com Código Aberto
Raspberry Pi para envolver jovens

Utilizando Raspberry Pi para envolver jovens com Código Aberto

Texto traduzido do site opensource.com explicando como utilizar o Raspberry Pi para envolver jovens:

No final do ultimo mês, eu tive uma oportunidade única de participar com um pequeno grupo de colegas de trabalho da US2020 RTP STEM EXPO. Cerca de 500 estudantes da Carolina do Norte interessados em ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM – Science, Technology, Engineering, and Mathematics) compareceram ao evento. Meus colegas de trabalho e eu pegamos algumas mesas e conversamos com estudantes, professores, administradores, e pais sobre Código Aberto, Hardware aberto e programação inclusive abordando as vantagens em usar um Raspberry Pi para envolver jovens.

Em uma mesa tinham 6 laptops rodando a distribuição Linux Red Hat Enterprise e Firefox configuradas como quiosques para as crianças programarem com Scratch. Eles receberam um desafio, e se eles conseguissem escrever um código correto, eles receberiam um prêmio.

Uma outra mesa, nós tínhamos alguns objetos configurados como display para chamar a atenção das crianças para nossa área. Nós tinhamos um retroprojetor mostrando uma apresentação sobre open source, uma tela mostrando um curta de animação chamado Big Buck Bunny, que foi criado inteiramente com as tecnologias de código aberto. Tínhamos também vários brinquedos pequenos e gadgets feitos com uma impressora 3D e meu próprio Raspberry Pi controlando 500 luzes piscando em sincronia com algumas músicas que eu escolhi para o evento. A configuração das luzes eu utilizei para escrever “Crie sua própria luz musical com Raspberry Pi”.

Durante todo o dia, uma coisa ficou clara para mim: a maioria dessas crianças realmente queria se tornar alguém que trabalha no campo da tecnologia. Eu vi várias crianças me pedindo conselhos sobre como começar nos domínios da programação, administração do sistema, e contribuir para projetos de código aberto. E é aí que a ideia para este artigo nasceu.

Foi surpreendente ver quantas crianças que passaram por nossas mesas tinham sido expostas a algum tipo de tecnologia além de jogos eletrônicos ou mídia social. Poucos deles já tinham utilizado Scratch na escola, mas muitos deles não tiveram a oportunidade de instalar um sistema operacional antes. Quando eu parei para pensar sobre isso, minha conclusão pessoal era de que os pais não estão dispostos a lidar com a estabilidade de seus computadores domésticos para os seus filhos não precisem utilizá-lo a este nível. Tenho três filhos, dois deles adolescentes, e eu mesmo não me sentiria confortável em deixar meu filho de 15 anos tentar instalar o Linux em seu laptop. Quero dizer, ele o utiliza para trabalhos escolares e lição de matemática. Se ele danificá-lo, eu preferia não ter de ser o suporte técnico. É caro, não apenas como um investimento de tempo, mas também financeiramente.

É neste ponto que o Raspberry Pi entra. Ele custa U$35, funciona perfeitamente como um computador, que as crianças podem conectá-lo a uma TV e mexer nele sem o risco de “destruir” o computador da família. Eles podem seguir as instruções obtidas na internet de como instalar NOOBS, Raspbian, ou Pidora no cartão MicroSD, conectá-lo ao Pi e “mexer” nele.

Com isto, meu conselho para muitos daqueles garotos foi pegar o dinheiro que ganharam no aniversário ou natal e comprar um Raspberry Pi, e procurar na internet por tutoriais e guias de inicialização. Assim que eles tivessem instalados e funcionando, eles deveriam procurar alguns tutoriais do Linux, aprender alguns comandos básicos do shell, e descobrir como instalar e remover pacotes. Uma vez que eles tivessem aprendido um pouco disso, eles deveriam escolher uma linguagem de programação (Scratch, Javascript, Logo, Python, Php, Ruby, Perl) e criar algumas aplicações “Hello World”. E finalmente gostaria de dizer-lhes para encontrar algo que eles estão apaixonados, porque provavelmente haverá um ou mais projetos de código aberto em todo o mundo que se relacionam com ele.

Parte do objetivo aqui para essas crianças é que, eventualmente, elas serão capazes de começar a contribuir com a comunidade de código aberto por meio de relatórios e correção de bugs, ajudando com a documentação e marketing, ou mesmo fazendo traduções de código aberto. Pelo menos foi assim que eu comecei.

No final do evento, todos nós nos cumprimentamos pelo grande sucesso do nosso estande com as crianças, e já falando sobre a repetirmos a experiência no próximo ano.

Texto traduzido do site opensource.com explicando como utilizar o Raspberry Pi para envolver jovens: No final do ultimo mês, eu tive uma oportunidade única de participar com um pequeno grupo de colegas de trabalho da US2020 RTP STEM EXPO. Cerca de 500 estudantes da Carolina do Norte interessados em ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM - Science, Technology, Engineering, and Mathematics) compareceram ao evento. Meus colegas de trabalho e eu pegamos algumas mesas e conversamos com estudantes, professores, administradores, e pais sobre Código Aberto, Hardware aberto e programação inclusive abordando as vantagens em usar um Raspberry Pi para envolver jovens.…

Review Overview

Score

Avalie

User Rating: Be the first one !
90

Sobre Lino Neto

Lino Neto
Bacharel em Sistemas de Informação pela Maurício de Nassau e com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. Trabalhou por 11 anos na Oi e na Embratel atuando como analista de qualidade, coordenador de qualidade, gerente de Assistência Técnica e, por fim, como gerente de operações de dados na Oi. Atualmente trabalha no grupo João Santos como analista sênior de TI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>